Mundo digital e suas novas compreensões

19 mar

Duas diferentes visões sobre a comunicação fragmentada da web

Um debate recente sobre a nova forma de leitura que surgiu com a internet, e como isso afeta o nosso jeito de pensar e ler hoje. Diferentes autores com suas diversas opiniões sobre o assunto.

 Cada um com suas convicções sobre os prós e contras dessa fragmentação, Nicholas Carr nas primeiras páginas de seu livro “A geração superficial” diz – Eu costumava mergulhar em um livro ou artigo extenso – porém hoje ele alega que não consegue mais manter o foco por muito tempo em um texto grande, que graças à forma não linear que encontramos na web perde a concentração em poucas páginas, porém ele não apoia a ideia inteiramente, pois ele não acredita que ela seja “mais eficiente”. 

Já outro intelectual, o professor Clay Shirky diz – Ninguém lê ‘Guerra e Paz’, é longo demais e não é tão interessante- autor do livro “Lá vem todo mundo: o poder de organizar sem organizações” onde se debruça sobre o aspecto colaborativo da internet. Sua tese é de que a informação picada observada por Carr pode ser vista por outro ângulo: é um dialogo ocorrendo simultaneamente em todo o mundo, onde isso não só conecta as pessoas, como também modifica a sociedade de uma forma profunda. 

Esses debates são travados em livros e blogs, onde vários pensadores se juntam e dão sua opinião sobre o assunto e como essa nova visão de mundo muda o nosso jeito de agir. Como diz o rabino da piada após ouvir os dois lados, ambos têm razão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: